Vídeo sobre falsa vacinação contra Covid-19 em Quixadá é fake, diz Prefeitura

Vídeo sobre falsa vacinação contra Covid-19 em Quixadá é fake, diz Prefeitura


O prefeito de Quixadá, Ricardo Silveira, fez solenidade no Município para iniciar a imunização dos servidores da Saúde contra a covid-19. Na hora de vacinar a Secretária de Saúde, Benedita Oliveira, a câmera flagrou a seringa vazia. Mesmo assim, o gestor, que é médico, “aplicou” a CoronaVac em Benedita. Após o ato, o vídeo viralizou na internet e a vacina ganhou o apelido de "coronavácuo". 


Além da secretária, Ricardo Silveira também imunizou o bispo emérito de Quixadá, Dom Adélio Tomasini, de 90 anos, e é possível observar que seringa está com o conteúdo da CoronaVac. 


Nota de repúdio
A Prefeitura de Quixadá publicou nota de repúdio sobre o vídeo. “A Prefeitura de Quixadá lamenta a postura dos responsáveis envolvidos na produção dessa fake News e repudia todo e qualquer ato que prejudique a conscientização da população no que se refere à política de imunização executada para combater a pandemia e salvar vidas. São graves mentiras que podem prejudicar substancialmente o rendimento do trabalho realizado pela Secretaria Municipal de Saúde contra a Covid-19”. 

Entretanto, a nota da Prefeitura não esclarece o que se passa e não informa se houve edição do vídeo:

“A respeito do vídeo disseminado nas redes sociais por um site de Quixadá e influenciadores digitais do município, a Prefeitura de Quixadá informa que o vídeo se trata de uma fake News.

A Procuradoria Geral do Município já apresentou denúncia perante a Delegacia Regional de Polícia Civil de Quixadá, Ministério Público do Estado do Ceará, bem como no portal AntiFake, mantido pelo Governo do Estado, além de elaborar as medidas judiciais cabíveis contra os propagadores.

A prefeitura de Quixadá lamenta a postura dos responsáveis envolvidos na produção dessa fake News e repudia todo e qualquer ato que prejudique a conscientização da população no que se refere à política de imunização executada para combater a pandemia e salvar vidas. São graves mentiras que podem prejudicar substancialmente o rendimento do trabalho realizado pela Secretaria Municipal de Saúde contra a Covid-19.”

Com informações de CN7 e O Povo