Auxílio Emergencial 2021: Bolsonaro afirma que 'não tem cofre' para bancar auxílio

Auxílio Emergencial 2021: Bolsonaro afirma que 'não tem cofre' para bancar auxílio


Em agenda com prefeitos, o presidente Jair Bolsonaro afirmou, ontem (10), que uma nova rodada de auxílio emergencial está sendo discutida, mas que o governo não tem "dinheiro no cofre" para bancar a retomada do benefício, o que deve afetar o endividamento do País.

"A arrecadação esteve praticamente equivalente no município tendo em vista o auxílio emergencial, que volta a ser rediscutido. Não é dinheiro que eu estou tirando do cofre, é endividamento. Isso é terrível também", declarou o presidente aos prefeitos.

 Em declaração à imprensa, o ministro da Economia, Paulo Guedes, evitou comentar sobre a possibilidade de um novo crédito extraordinário neste ano para bancar o auxílio. Esse instrumento deixaria a despesa fora do teto, mas aumentaria a dívida da União. Há dúvidas, porém, sobre se uma nova rodada pode ser considerada uma despesa imprevisível.

Estadão Conteúdo