Camilo diz que tenta preservar empregos, mas defende que objetivo maior é o de "salvar vidas"

Camilo diz que tenta preservar empregos, mas defende que objetivo maior é o de "salvar vidas"


O governador do Ceará Camilo Santana (PT), realizou uma transmissão em suas redes sociais, nesta terça-feira, 23, para comentar acerca da reunião que teve na manhã de hoje com Eduardo Pazuello, ministro da Saúde. Em vídeo, o petista aproveitou para defender medidas mais rígidas adotadas em decreto estadual e afirmou que tenta preservar empregos, mas que sua responsabilidade maior no momento é a de "salvar vidas".

De acordo com Camilo, o encontro entre os dois representantes teve um retorno "positivo", com o ministro garantindo que até esta quarta-feira, 24, um novo lote da vacina produzida pelo laboratório Astrazeneca deva ser enviado ao Ceará - possibilitando a continuidade da campanha de imunização. Além disso, também foi permitido o credenciamento de novos leitos para o atendimento de cearenses infectados pelo vírus.

Após fazer um balanço sobre a reunião, o gestor solicitou que todos os cearenses continuassem seguindo com as medidas preventivas impostas em decreto estadual. O mais novo documento desse porte publicado, na última semana, adotou medidas mais rígidas como o toque de recolher, a redução do horário de funcionamento de setores econômicos e a suspensão das aulas presenciais em toda rede de ensino - salvo aquelas destinadas para crianças de até três anos e atividades práticas realizadas no ensino superior.

 O POVO Online