Ex-motorista de secretaria é preso suspeito de planejar roubo em casa de prefeito de Crateús

Ex-motorista de secretaria é preso suspeito de planejar roubo em casa de prefeito de Crateús


A Polícia Civil do Ceará (PCCE) informou, nesta segunda-feira (8),que prendeu o principal suspeito de arquitetar um roubo na casa do prefeito de Crateús, Marcelo Machado (Solidariedade), em outubro de 2020. O mentor do crime trabalhava como motorista da Secretaria Municipal da Saúde do Município e chegou a trabalhar no gabinete do prefeito.

As informações foram reveladas pelo delegado geral da Polícia Civil do Ceará (PCCE), Marcus Rattacaso, e pelo delegado Mateus Araújo, titular da Delegacia Regional de Crateús, em coletiva de imprensa.


O roubo à residência ocorreu no dia 15 de outubro de 2020 após sinalização do mentor da ação. "A princípio, o que nos chama atenção é que o principal articulador da ação criminosa foi uma pessoa que tinha ligação direta com o prefeito", afirmou Rattacaso, identificando o suspeito como Jonny, o "Gordinho". Ele foi preso na última sexta-feira (5).

Jonny já foi funcionário do gabinete do prefeito do município e teve apoio da vítima ao se candidatar a vereador de Crateús em 2016. A Polícia acredita que, com a convivência com o gestor municipal, Jonny tenha se aproveitado para preparar o crime, no qual seria levado um cofre com uma grande quantia de dinheiro. Ele, então, juntou-se com José Teixeira da Paz Neto, 28 anos, para preparar a ação criminosa.

Ao longo das investigações, a Polícia Civil identificou os nomes de suspeitos, os veículos utilizados e mais informações sobre o crime. João Victor foi o segundo suspeito capturado, preso em 16 de dezembro. Embora resida em Fortaleza, ele foi localizado em um imóvel na zona rural de Cascavel, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), e levado a Crateús para prestar depoimento.

Diário do Nordeste