Homem é preso após fingir assalto para não ter de contar à esposa que gastou com garotas de programa

Homem é preso após fingir assalto para não ter de contar à esposa que gastou com garotas de programa


A Polícia Militar de Minas Gerais prendeu na quarta-feira, 10, um homem de 44 anos que tentou registrar um boletim de ocorrência de um assalto que não aconteceu. Segundo a PM, o homem, na verdade, passou o dia em uma casa de prostituição da capital mineira e inventou o crime para não explicar à esposa como havia gasto o dinheiro.

O caso aconteceu no centro de Belo Horizonte. Após ter gasto o dinheiro ao longo do dia em um prostíbulo, o suspeito contou aos militares que havia sido abordado por dois indivíduos em uma passarela. Os dois teriam levado R$ 1 mil e o celular dele.

O lugar indicado pelo suspeito como local do crime fica a pouco mais de um quilômetro da casa de prostituição. Quando buscou as imagens das câmeras de monitoramento, a PM constatou que não houve assalto algum.

Ao ser questionado novamente sobre a história e o local do crime, o suspeito caiu em contradição e preferiu confessar que criou toda a história para não ter que explicar à esposa o que aconteceu de fato.

Ele gastou mais de R$ 1 mil com as garotas de programa ao longo dia e, quando o dinheiro acabou, deu o próprio celular em troca de mais um programa. Ele foi preso por falsa comunicação de crime e encaminhado para a delegacia. As informações são do portal G1.