Justiça condena banco a indenizar cliente por 250 ligações de cobrança em 12 dias

Justiça condena banco a indenizar cliente por 250 ligações de cobrança em 12 dias


O Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDFT) condenou o Banco Pan a pagar uma indenização de R$ 3 mil a uma cliente por abuso na cobrança de dívidas. A mulher inadimplente em um financiamento de imóvel recebeu 250 ligações em um intervalo de 12 dias – chegando a 60 chamadas em apenas 24 horas. Cabe recurso.

A decisão foi assinada em 4 de fevereiro pela juíza Rita de Cássia de Cerqueira, do 5º Juizado Especial Cível de Brasília, mas só foi divulgada nesta semana. Além da indenização, a sentença determina ainda uma multa de R$ 9,6 mil contra o banco, pelo descumprimento de uma liminar que já pedia o fim das ligações, publicada em outubro de 2020. Mesmo após a primeira decisão, as chamadas continuaram.

De acordo com a cliente, o banco mandava mensagens de WhatsApp para contatos ligados a ela, para cobrar a dívida. As ligações ocorreram ainda em finais de semana.

Para a magistrada, "a realização de diversas ligações, ainda que referente a débito existente e reconhecido, configura abuso, nos termos do artigo 42 do Código de Defesa do Consumidor, ultrapassando o exercício regular de direito e os meros dissabores do cotidiano, pois atenta contra a paz do consumidor".

G1