Mãe do empresário Luciano Hang, da Havan, morre após contrair Covid-19

Mãe do empresário Luciano Hang, da Havan, morre após contrair Covid-19


A mãe de Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, morreu nesta quarta-feira (3), em São Paulo, em decorrência de complicações clínicas após contrair Covid-19. Regina Modesti Hang tinha 82 anos e estava internada desde o fim de dezembro num hospital da rede Prevent Sênior da capital paulista.

A idosa apresentou um quadro febril no dia 27 de dezembro. No dia seguinte, recebeu o diagnóstico de que estava com Covid-19 e foi internada com 95% dos pulmões afetados.

No hospital, Regina precisou ser intubada e, com o agravamento de seu quadro respiratório, foi submetida a uma traqueostomia.

Ela, porém, não resistiu a uma sepse (infecção generalizada) e morreu. Regina costumava acompanhar o filho nas inaugurações das lojas Havan, que já somam 155 unidades em 17 estados do país.

Luciano Hang, de 58 anos, não se manifestou publicamente sobre a morte da mãe. Procurada, a assessoria de imprensa do empresário emitiu a seguinte nota:

"É com profunda tristeza que a Havan comunica o falecimento de Regina Modesti Hang, 82 anos, mãe de Luciano Hang. Dona Regina sempre esteve ao lado do filho, presente nas inaugurações e nos momentos mais importantes destes quase 35 anos de história de Havan. Era nossa 'cliente número 1', a primeira a comprar em cada filial inaugurada pelo Brasil. Cozinheira de mão cheia, todas as terças-feiras fazia questão de cozinhar, recepcionar a família e os convidados da Havan. A dor desta grande perda não é sentida apenas pela família Hang, mas dividida entre a grande família Havan. Dona Regina ficará marcada por sua simplicidade e generosidade, na memória e no coração dos que passaram por sua vida. Dona Regina deixa dois filhos, João Luiz e Luciano, noras, netos e bisnetos. A celebração de despedida será em família. 'Aqueles que passam por nós não nos deixam sós, deixam um pouco de si e levam um pouco de nós'."

Diário do Nordeste