Maia negocia ida ao PSL e pode ser candidato à presidência em 2022

Maia negocia ida ao PSL e pode ser candidato à presidência em 2022


O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deve deixar seu partido atual rumo ao PSL, segunda maior legenda em número de parlamentares na Casa. A ideia de é levar consigo cerca de 40 políticos, boa parte deles do DEM.

Segundo informações do jornal O Globo, a lista de Maia contêm governadores, prefeitos, deputados federais e deputados estaduais com os quais cultivou relação próxima em seu período como presidente da Câmara.

Maia acredita que o PSL tem estrutura para ser protagonista nas eleições de 2022, e planeja articular candidatura à presidência para enfrentar Jair Bolsonaro.

Dirigentes do PSL, porém, apesar de se animarem com o projeto, avaliam que o deputado precisaria adotar uma postura menos agressiva do que a que manteve como presidente da Câmara, quando, em muitas ocasiões, entrou em atrito com Bolsonaro.