Modelo fica desfigurada após ser agredida pelo ex-namorado enquanto dormia; fotos

Modelo fica desfigurada após ser agredida pelo ex-namorado enquanto dormia; fotos


Uma modelo, de 24 anos, foi violentamente agredida pelo ex-namorado enquanto dormia na própria casa, um dia após terminar o relacionamento. Gabriela Casellato Brito afirma que o rapaz invadiu o apartamento, que fica localizado na Baixada Santista, no litoral de São Paulo, no último dia 17. Ela teve o nariz e a mandíbula quebrados e, atualmente, faz uma campanha de arrecadação online para conseguir dinheiro para realizar uma cirurgia de reparação dos danos. 

"Preciso fazer uma cirurgia 'pós traumática' com um médico especializado e logo após realizar a plástica, porque ele [suspeito] deformou todo meu nariz. Sinto dores fortes até hoje, 15 dias pós a agressão", disse a jovem ao G1. Familiares e amigos da vítima compartilharam o caso nas redes sociais pedindo justiça.  

De acordo com relatos da jovem ao portal, na manhã do dia 17 de janeiro, ela dormia em casa quando, de repente, despertou com diversos ferimentos no rosto e ensanguentada. Ao levantar e caminhar com dificuldade, Gabriela Casellato se deparou com o ex-namorado no interior da residência, que chegou a oferecer gelo para que ela usasse no rosto.

Nesse momento, a modelo percebeu que a porta da casa estava arrombada e que foi agredida até perder a consciência. Em seguida, ela pediu ajuda à vizinha e, quando retornou ao apartamento, viu que o rapaz fugira e que as chaves do local sumiram. 


Ela foi levada a um hospital com apoio da vizinha e, ao ser atendida, constatou que teve o nariz e a mandíbula quebrados, além de ter diversos hematomas e ferimentos. Ela registrou boletim de ocorrência contra o suspeito no 53º DP do Parque do Carmo, na capital paulista.  

"O agressor não poderá manter contato com a mesma, nem seus familiares e testemunhas; e deverá obedecer ao limite mínimo de 100 metros de distância entre os mesmos. Além disso, deverá participar obrigatoriamente do Grupo Reflexivo para Homens, à partir do dia 4 de fevereiro do corrente ano pela plataforma Zoom. As próximas etapas serão a complementação do boletim de ocorrência diante da polícia, e acompanhamento junto ao Ministério Público do caso, que será acolhido em caráter de Ação Penal Pública Incondicionada", explicou Campos ao G1. 

A jovem contou ao portal que estava com o suspeito há um ano e, no dia anterior à agressão, ela havia dado fim ao relacionamento. O motivo seria a mudança de comportamento do homem nos últimos meses. Ele teria se tornado abusivo e passado a, frequentemente, agredi-la fisicamente e verbalmente. Após o término, o rapaz enviou uma mensagem em tom ameaçador, que dizia: "Você foi bem corajosa esta noite".

Diário do Nordeste