Prefeito decreta situação de emergência em saúde e apresenta novas medidas em Santa Quitéria; confira lista

Prefeito decreta situação de emergência em saúde e apresenta novas medidas em Santa Quitéria; confira lista


O prefeito de Santa Quitéria, José Braga Barrozo, assinou na tarde desta terça-feira (23), um novo decreto oficializando situação de emergência em saúde no município, bem como algumas medidas voltadas ao funcionalismo público e no que se refere às entradas e saídas da cidade. O decreto já entra em vigor a partir de hoje.

Durante todo o dia, o gestor se reuniu com secretários municipais, bem como o Ministério Público e até prefeitos de cidades vizinhas, como foi o caso de Ravenna Lima, de Catunda. Havia-se uma expectativa, até então, por parte da população de que fosse anunciado um lockdown, como fora cogitado pela própria Prefeitura no dia de ontem, o que acabou não ocorrendo.

Como este novo documento não menciona funcionamento de estabelecimentos, permanece válidos os horários estipulados anteriormente: restaurantes e lanchonetes durante a semana até às 20h e aos finais de semana, às 15h, além de delivery liberado. Permanece suspenso também atendimento ao público nas repartições municipais e mantida as barreiras sanitárias nas rodovias estaduais.

Confira o que ficou decidido hoje

  • Situação de emergência em saúde;
  • Recomendação de suspender por 15 dias atividades coletivas e eventos em templos, igrejas e entidades religiosas;
  • Hospital, unidades de saúde, laboratórios e ambulatórios ficam obrigados a informar o resultado do exame sobre todos os casos confirmados em Santa Quitéria;
  • A depender da Secretaria de Saúde, suspender por 30 dias as férias de todos os profissionais da saúde. Servidores de 60 anos ou mais podem trabalhar em homeoffice;
  • Todo e qualquer veículo de transporte de passageiros, bem como carros particulares de outras cidades, deve quando entrar na cidade, passar por inspeção da PRE ou Demutran, averiguar passageiros com sintomas de infecção;
  • Proibida a circulação de veículos de transporte de passageiros, carros de horário, tanto na sede quanto nos distritos;
  • Trabalho remoto para o serviço público municipal de 23 a 28 de fevereiro.