Dupla suspeita de fabricar e de vender certificados de ensino falsos é presa

Dupla suspeita de fabricar e de vender certificados de ensino falsos é presa


A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) realizou a prisão, no início desta semana, de dois homens que estariam envolvidos em um esquema intermunicipal de fabricação e venda de falsos certificados de ensino. Conforme informações divulgadas pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), nesta quinta-feira, 18, as prisões ocorreram em Aracati e em Cariús, municípios cearenses onde os documentos eram vendidos.

Segundo divulgado pela pasta, a investigação teve início quando policiais receberam a denúncia de que homens estariam vendendo "certificados para comprovação de título dos candidatos a uma vaga de recepcionista, fornecidos pela Prefeitura Municipal de Aracati". Os agentes conseguiram então constatar indícios de falsificação e localizaram a dupla, formada por Raimundo Nonato Alves da Silva, 42, e Marcílio de Sousa Silva, 44, ambos sem antecedentes criminais.

No início desta semana, o Poder Judiciário deferiu mandados de prisão preventiva contra os homens e também mandados de busca e apreensão. A dupla foi então capturada e levada à delegacia para cumprimento da prisão, devendo responder agora por "falsificação de documento particular e falsidade ideológica". Notebooks e celulares também foram apreendidos durante a operação.

Além disso, cinco pessoas podem ser indiciadas por "uso de documento falso" após terem confessado à polícia que solicitaram certificados aos homens mesmo sabendo da ilegalidade dos registros. Agentes seguem agora em busca de demais participantes do esquema criminoso, tanto vendedores como compradores.

O Povo