Procurador que matou delegado Cid Peixoto em 2008 é preso no Distrito Federal

Procurador que matou delegado Cid Peixoto em 2008 é preso no Distrito Federal


Investigações coordenadas por equipes do Departamento de Polícia Judiciária Metropolitana (DPJM) da Polícia Civil do Estado do Ceará, com apoio de uma equipe da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), resultaram na localização e prisão de um foragido da Justiça cearense. O investigado é apontado por ser o executor de um homicídio no ano de 2008 que vitimou um delegado da Polícia Civil. O crime ocorreu no município de Eusébio. A captura aconteceu nesta quarta-feira (3), no Distrito Federal, por força de um mandado de prisão por sentença condenatória.

Ernandes Lopes Pereira, 71 anos, procurador de justiça aposentado, que na época do crime chegou a ser preso em flagrante, foi capturado após cumprimento de mandado de prisão por sentença condenatória. Ernandes é apontado por atirar e matar o delegado de Polícia Civil, Cid Júnior Peixoto do Amaral, 60 anos. Segundo informações colhidas no curso das investigações, o homem, que era amigo de infância do delegado, relatou em depoimento ter atirado acidentalmente. Ainda segundo informações colhidas durante as apurações, não houve discussão ou desentendimento antes do disparo que ceifou a vida do Cid Amaral.

Diante dos fatos, o homem foi localizado na região de Sítios de Taguatinga, após troca de informações entre as policiais civis do Ceará e do Distrito Federal. Ernandes, que tentou se evadir do local no momento da abordagem policial, foi capturado e preso. Agora, ele se encontra à disposição da Justiça.