Professor cai em rio congelado e é salvo por smartwatch

Professor cai em rio congelado e é salvo por smartwatch


Um professor caiu em um rio congelado enquanto patinava sobre o Salmon Falls River na cidade de Somersworth, Estados Unidos, no último domingo (07). William Rogers estava usando um smartwatch no momento do acidente e conseguiu usar o dispositivo para acionar os bombeiros e ser salvo. 
  
O norte-americano contou ao jornal local WNUR que é um patinador experiente e que não percebeu que a camada de gelo em que estava era fina e poderia quebrar.  

“A primeira coisa que fiz foi tentar subir no gelo, sabendo que precisava sair da água o mais rápido possível e o gelo continuava quebrando embaixo de mim”, contou Rogers.  

O professor disse ao jornal que não havia ninguém por perto no momento da queda. Ele tentou alcançar o telefone, mas não conseguiu. O homem ficou na água por vários minutos quando a hipotermia começou a se instalar.  

“Lembro-me de dizer a mim mesmo: 'OK, não entre em pânico. Não entre em pânico. Descubra quais são suas opções aqui'", relembrou.  

Rogers lembrou que estava usando um smartwatch — espécie de "relógio inteligente" capaz de monitorar, por exemplo, batimentos cardíacos e realizar chamadas, funcionando como uma extensão do celular — e conseguiu ligar para o 911, número de telefone para emergência nos EUA.   

“Então, eu disse a eles que provavelmente tinha 10 minutos antes de não ser mais capaz de responder”, detalhou o professor.   

Segundo o Corpo de Bombeiro alertou ao WNUR, com a chegada das temperaturas mais quentes do fim do inverno no hemisfério norte, o gelo fica muito imprevisível, mesmo para aqueles que têm a experiência de Rogers. 

Diário do Nordeste