Assembleia aprova projeto de Bruno Pedrosa que proíbe uso de animais selvagens em circos do Ceará

Assembleia aprova projeto de Bruno Pedrosa que proíbe uso de animais selvagens em circos do Ceará


Na sessão desta terça-feira (27), o plenário da Assembleia Legislativa aprovou um projeto de lei de autoria do deputado estadual Bruno Pedrosa (Progressistas), que dispõe sobre a proibição da utilização de animais em espetáculos circenses no estado do Ceará e assim, evitar atos de abusos e maus-tratos.

De acordo com o parlamentar, notícias de animais silvestres, nativos ou exóticos que vivem em cativeiro e presos em jaulas ou amarrados em correntes e quando nas apresentações, aparecem sofridos, desnutridos, maltratados e doentes com postura depressiva e até agressivas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Muitas vezes os espectadores e principalmente as crianças jamais imaginam o que estes animais sofrem para se apresentarem nos picadeiros. A partir da aprovação desta Lei, vamos proteger e afastar os animais das condições de sofrimento e, assim, resgatar a legitima e verdadeira arte do circo, ser um local de alegria e de diversão por excelência", ressaltou Bruno.

Em caso de descumprimento, o animal apreendido será encaminhado para abrigos, jardins zoológicos ou para local de proteção à fauna, além da aplicação de sanções penais conforme prevê a Lei de Crimes Ambientais. O texto segue agora para a sanção do governador Camilo Santana.