Bombeamento em trecho do São Francisco será suspenso por 45 dias

Bombeamento em trecho do São Francisco será suspenso por 45 dias


O bombeamento no Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco será suspenso por cerca de 45 dias, a partir de 10 de maio, para a execução de serviços de manutenção no Trecho 1, entre a captação e a Barragem Jati, no interior do Ceará. A interrupção é programada e já estava prevista. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) informou nessa segunda-feira, 19, serão realizadas manutenção na Estação de Bombeamento 1 e a troca de válvulas das motobombas das Estações de Bombeamento 2 e 3, responsáveis por levar a água do Velho Chico para Pernambuco, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Norte.

A suspensão do bombeamento também será aproveitada para realizar a manutenção de revestimento nos canais que integram todo o sistema de operação do Trecho 1 do Projeto. A execução dos serviços foi discutida entre o MDR e os estados beneficiados. Inicialmente, a previsão para realizar os serviços era 15 de março. No entanto, objetivando aproveitar melhor a quadra chuvosa (fevereiro a maio), aumentando a eficiência da chegada das águas ao Ceará, foi realizada a mudança para 10 de maio.

As águas da transposição chegaram ao açude Castanhão no último dia 10 de março. Do Castanhão, a água do São Francisco percorre o Eixão das Águas até a Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), onde abastece a Capital e o Complexo Industrial e Portuário do Pecém, beneficiando cerca de 4,5 milhões de cearenses.

São aproximadamente 350 quilômetros (km) entre o reservatório Jati e o açude Castanhão. Antes de chegar ao maior reservatório do Estado, saindo de Jati, a água corre por 53 km no Eixo Emergencial do Cinturão das Águas (CAC). Na sequência, segue até Missão Velha, onde desemboca no Riacho Seco e, por gravidade, segue até o Rio Salgado, desaguando no Rio Jaguaribe até chegar ao Castanhão. 

Em 21 de agosto de 2020, um dia após a comporta do Eixo Norte ser acionada em Jati, uma tubulação de barragem que recebe água da transposição se rompeu. Pelo menos 2 mil pessoas de suas casas em um raio de dois quilômetros ao redor do reservatório foram evacuados. 

Sobre o projeto
O Eixo Norte do Projeto de Integração do Rio São Francisco tem 260 quilômetros de extensão, três estações de bombeamento, 15 reservatórios, oito aquedutos e três túneis. Todas as estruturas responsáveis pela passagem de água até o Reservatório Caiçara, na Paraíba, estão concluídas, faltando apenas oito quilômetros de canais até o reservatório Engenheiro Avidos, também na Paraíba, e serviços complementares que não comprometem a pré-operação. O total de execução física do trecho é 97,84%, conforme o MDR. Após a conclusão total das obras, a expectativa é que o Eixo Norte garanta segurança hídrica a 6,5 milhões de pessoas em 220 cidades paraibanas, pernambucanas, cearenses e potiguares.

O Povo