Coluna: Bons cobradores de bola parada estão em falta no cenário

Coluna: Bons cobradores de bola parada estão em falta no cenário


Não é impressão sua. Não é por você estar, possivelmente, acompanhando com menos frequência o esporte. O futebol MUNDIAL está sim, cada dia mais carente de gols de falta. Pensei até em colocar “belos gols de falta”, mas acho que fica meio redundante. Dificilmente vemos um gol nesse estilo, feio. A não ser quando a bola é desviada na barreira, mas isso a gente releva. O fato é: bons cobradores estão em falta no cenário.

Já que todos nós estamos de acordo no assunto (penso eu), vamos entrar nas razões pelas quais esse fato se torna realidade. Bom, poderia simplesmente falar que a qualidade técnica dos jogadores profissionais vem caindo ao longo dos anos, mas, além de não ser verdade, não renderia essa matéria. Não acho que a qualidade de nossos atletas de hoje, são inferiores às do passado. O futebol vem evoluindo tecnicamente e taticamente. Não se faz mais futebol apenas dentro das quatro linhas. Hoje, para um time de ponta funcionar, mexe-se com diferentes ramos e diversos estudiosos. 

A ausência de treino de bolas paradas pode ser o grande motivo de menos gols de falta, no futebol. Nos clubes, os fisiologistas (estes, inclusos dentro dos estudiosos que citei) entendem que o jogador que tira uns minutinhos do pós-treino para cobrar faltas, acaba gerando um desgaste físico muito grande, ao ponto de os atletas serem proibidos de ter esse treino “por fora”. Eu não vou contra a palavra dos profissionais e dizer que esse cuidado é besteira, que é exagero. Mas, entendo que, se é de “impedir” treinos como esses, que se mude o esquema, para estes serem inclusos de forma mais massiva. 

Sempre escutamos histórias de jogadores mais antigos, dizendo que “alugavam” o terceiro goleiro e iam bater faltas depois dos treinos. Será que é apenas coincidência que com menos prática, venham resultados abaixo do esperado? Com certeza, não! 

Se eu lhe indagar sobre nossos craques em cobranças de falta hoje, você não vai ter tanta facilidade assim pra me listar 5 atletas. Consigo, aqui, com um pensamento ligeiro, lembrar de Messi, Neymar e Pijanic no futebol europeu. No futebol brasileiro, gosto de Otero. Apesar do Venezuelano não ter um tão bom aproveitamento. Pois é, eu sei. Complicado. Agora, vamos falar dos ex-jogadores bons no quesito: Juninho Pernambucano, Zico, Marcelinho Carioca, Ronaldinho Gaúcho, Neto, Marcos Assunção... é jogador que não acaba mais.

Não tirei essa matéria de hoje para ser saudosista. Apenas queria expor essa indignação que acredito não ser só minha. Como um bom apaixonado por futebol e principalmente, pelo brasileiro, gosto do futebol plástico, e o gol de falta está incluso nesse meio. 

Vicente Barcelos