Desencontro de decretos e informações: feirantes abrem bancas em Santa Quitéria e fiscalização manda fechar

Desencontro de decretos e informações: feirantes abrem bancas em Santa Quitéria e fiscalização manda fechar


Feirantes do centro de Santa Quitéria foram surpreendidos na manhã desta segunda-feira (26), com a chegada da Polícia Militar, para que seus materiais fossem recolhidos e as vendas fossem encerradas imediatamente, sem ao menos uma comunicação prévia.

Mesmo não constando de maneira oficial, os trabalhadores haviam retomado as atividades com o aval da Prefeitura na semana passada e a presença de fiscais controlando o fluxo de público. Entretanto, os decretos estadual e municipal publicados ontem e em vigor a partir de hoje proibiam a realização de feiras de qualquer natureza.

Os comerciantes não sabiam da decisão e alguns já tinham comprado até um grande volume em mercadorias para vender ao longo dos próximos dias. “Comprei R$ 2 mil em mercadorias e agora estou com medo de perder tudo, porque a Polícia veio aqui, mandou todo mundo embalar as coisas e fechar o galpão por que não podemos vender e aglomerar”, afirmou Ernanes, em entrevista a rádio Itataia.

Já o feirante Antônio Araújo relatou que levou um susto quando pediram para fechar as portas. “Eles chegaram e pediram pra gente fechar, pois o índice de mortalidade da doença está aumentando e nós não podemos vender e aglomerar, mas isso é muito ruim para os feirantes, essa era a melhor época pra gente vender e ter algum lucro, agora vamos esperar e ver como vão resolver essa situação”, concluiu.

Está previsto para as 14h, uma reunião com seis representantes do Galpão e a Prefeitura Municipal para saber a definição para o retorno do comércio informal como ambulantes e o funcionamento da feira livre e Mercado Público. Ao A Voz de Santa Quitéria, o comandante da PM Major Veiga atribuiu que o decreto municipal saiu tarde da noite, com as mesmas normas estaduais e que houve este desencontro, mas que as pessoas estão colaborando bem e considerou o momento tranquilo.