Diocese de Sobral não segue liminar de Kassio Nunes e mantém missas online devido pandemia

Diocese de Sobral não segue liminar de Kassio Nunes e mantém missas online devido pandemia


Liberada em todo o Brasil após decisão ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Kassio Nunes Marques, a prática presencial das atividades religiosas não é vista como uma possibilidade para a Diocese de Sobral, no interior do Ceará. Na manhã desta segunda-feira (05), a entidade publicou nota refutando a decisão ministerial.

No documento, o bispo diocesano Dom José Luiz Gomes afirma que, apesar de acolher “com alegria” a decisão de Nunes, as celebrações em Sobral devem continuar sendo realizadas, por enquanto, através de transmissão on-line, devido ao avanço do contágio do coronavírus no Ceará. No texto, ele considera que a pastoral reafirma “o compromisso e responsabilidade na luta contra a pandemia”, por entender o “momento gravíssimo da pandemia”. 

O bispo lembra ainda que a decisão de liberar o funcionamento de igrejas e templos é de caráter liminar, podendo ser avaliada pelo plenário do Supremo Tribunal Federal. Segundo informações da colunista Mônica Bérgamo, a tendência é que os membros da Corte derrubem a decisão de Nunes, após discussão nesta segunda.

No Ceará, as cerimônias religiosas presenciais foram autorizadas em cumprimento à decisão de Nunes. Porém, o decreto que prorroga o isolamento social rígido no Estado recomenda que as entidades religiosas continuem realizando celebrações de forma online. A decisão divide opiniões entre líderes religiosos com atuação na Capital.

O POVO Online