Número de chips de celular cresce e chega a 234 milhões em 2020

Número de chips de celular cresce e chega a 234 milhões em 2020


Um relatório da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) mostra que o Brasil fechou 2020 com 234 milhões de acessos móveis, um aumento de 3,26% em relação a 2019. Acesso móvel é o nome dado aos chips de celular, que podem ser usados tanto para serviços de voz quanto para conexão à internet. O número, maior que a população do país, explica-se porque parte das pessoas tem mais de um acesso, ou seja, mais de um chip ou uma conta de telefone celular.

O crescimento teve relação com a pandemia de covid-19, informa o relatório da Anatel: “Com a transferência forçada de atividades para a modalidade on-line, em especial as aulas de crianças e de adolescentes, houve aumento na compra de dispositivos para permitir a realização dessas atividades. O celular é o dispositivo mais barato de acesso à internet, e muitos desses aparelhos já são vendidos atrelados à contratação de um novo plano”.

A Vivo é a operadora com mais acessos móveis, com 78,53 milhões. Em segundo lugar, está a Claro (60,20 milhões). A TIM (51,43 milhões) está em terceiro.

Agência Brasil