Primeiro dia de reabertura das atividades econômicas de Santa Quitéria é marcado por movimentação tranquila

Primeiro dia de reabertura das atividades econômicas de Santa Quitéria é marcado por movimentação tranquila


O primeiro dia da reabertura das atividades econômicas não essenciais teve movimentação fraca em Santa Quitéria, na manhã desta segunda-feira (12). Entre os feirantes, que chegaram a abrir seus comércios mais cedo, precisaram fechar com antecedência devido à falta de clientes. 

De acordo com Laerto Torres, o comércio de Santa Quitéria precisa das pessoas do interior para funcionar. Mas, é necessário, manter os cuidados, porque a doença continua, ele relembra. O feirante, que foi infectado pela Covid-19, afirmou que passou dois meses sem trabalhar devido ao decreto. “Me senti prejudicado porque passei dois meses sem trabalhar e só fez aumentar as dívidas. Mas vamos trabalhar com honestidade e vencer”, brinca Laerto. 


Apesar da fraca movimentação, os comerciantes reforçam a esperança em dias melhores para o setor. O feirante Valdemir Leandro, reafirma que esperava o movimento fraco já que muitas pessoas estão sem uma condição financeira estável. Mas, segue “esperando que melhore”. 


A retomada gradual da economia no Ceará contempla setores como shoppings, comércio de rua e restaurantes. As atividades foram autorizadas por meio de decreto estadual anunciado pelo governador Camilo Santana no último sábado (10).

Apesar da flexibilização do isolamento social, o número de pessoas contaminadas pelo coronavírus segue aumentando no Ceará, que registrou 588.599 casos confirmados de Covid-19 e 15.478 óbitos pela doença, de acordo com a plataforma Integrasus, atualizada às 17h52 deste domingo (11).

Confira a lista de atividades que passam a funcionar hoje no Ceará

  • Detran: atendimento presencial, mas com agendamento para evitar aglomerações
  • Lojas de rua e restaurantes: funcionam de segunda a sexta-feira entre 10h e 16h, com 25% da capacidade no uso simultâneo
  • Shoppings: abrirão de segunda a sexta-feira de 12h às 18h também com 25% da capacidade no uso simultâneo, inclusive na praça de alimentação
  • Igrejas e templos religiosos: vão poder receber até 10% da capacidade máxima
  • Escolas da educação infantil: poderão ampliar o funcionamento presencial para crianças de 4 e 5 anos; escolas que ofertem 1º e 2º do ensino fundamental, poderão reabrir as turmas, com limitação de 35% da sua capacidade
  • Construção civil: iniciará as atividades a partir das 8h.
  • Restaurantes de hotéis, pousadas e congêneres: poderão funcionar, de segunda a sexta-feira, das 16h às 20h, e aos sábados e domingos, desde que exclusivamente para o atendimento de hóspedes, identificados física e individualmente, cabendo aos hotéis a responsabilidade pelo controle.