Professora morre de Covid um dia após missa de 7º dia da mãe, no Interior do Ceará

Professora morre de Covid um dia após missa de 7º dia da mãe, no Interior do Ceará


No Ceará, a professora Francisca Antônia Mesquita Farias, 48, mais conhecida como Toinha Cruz, morreu nesta sexta-feira, 16, vítima da Covid-19. Um dia antes, foi realizada a missa de sétimo dia de sua mãe, a aposentada Luzanira Trajano Mesquita Farias, 74. Em oito dias, a doença pandêmica levou mãe e filha e comoveu a cidade de Reriutaba, a 290km de Fortaleza.

Toinha cantava na igreja do Município, era professora e diretora da escola Alexandrina Gomes de Carvalho, em Carnaúba, comunidade do município de Reriutaba, no Sertão de Sobral. Ela estava internada desde a última terça-feira, 9, em Sobral, após ser infectada pelo coronavírus. O quadro se agravou e Toinha não resistiu. Sua mãe havia passado cerca de 15 dias internada antes de vir a óbito. Ambas estavam internadas na Santa Casa de Misericórdia de Sobral - SCMS.

O padre João Bosco, de Reriutaba, lembra que Toinha era muito engajada na comunidade. "Ela cantava, ajudava na igreja, era catequista. Uma pessoa muito atuante na paróquia", conta. De acordo com o pároco, Toinha começou a sentir falta de ar e precisou receber assistência de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Contudo, sua situação clínica seguiu piorando. A professora e diretora escolar deixa duas filhas, de 17 e 27 anos. Sua mãe, Luzanira, teve quatro filhos, dois homens e duas mulheres.

O POVO Online