Youtuber é condenado a seis anos de prisão após matar namorada durante live por dinheiro

Youtuber é condenado a seis anos de prisão após matar namorada durante live por dinheiro


O youtuber russo Stanislav Reshetnikov, conhecido como Stas Reeflay, de 30 anos, foi condenado a seis anos de prisão pela morte da namorada Valentina 'Valya' Grigoryeva, de 28. O homem foi acusado de provocar lesões corporais graves resultando na morte da jovem. Segundo o jornal britânico The Mirror, a sentença foi dada por um tribunal de Justiça na Rússia e o homem deve ser enviado para uma colônia penal restrita.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele foi pago por observadores para infligir violência verbal e física, rotulando a vítima de "prostituta" e "fedorenta" em um vídeo transmitido a dezenas de milhares de seguidores. Durante a ação, Reshetnyak arrastou a namorada para o lado de fora em uma varanda, quase nua, e a deixou em temperaturas abaixo de zero.

Quando o youtuber trouxe a jovem de volta para dentro, ele disse aos telespectadores: “Gente ... Sem pulso ... Ela está pálida. Ela não está respirando". 

De acordo com informações iniciais, a suspeita era de que a vítima congelou até a morte, sofrendo de hipotermia. Entretanto, os exames forenses concluíram que um ferimento na cabeça sofrido durante o ataque foi a causa da morte. O cadáver da jovem teve “trauma craniocerebral” e “hematomas múltiplos no rosto e hemorragia de tecidos moles”.

Uma fonte da polícia afirmou que Reshetnyak "testemunhou que no dia em questão ele bateu na cabeça da falecida várias vezes" e admitiu "espancá-la", descreveu o jornal britânico. Os exames psicológicos e psiquiátricos do streamer revelaram que ele estava "são" e em condições de enfrentar o julgamento.

O Povo