Cadastro do Bolsa Família será feito por aplicativo e não mais por prefeituras, diz Bolsonaro

Cadastro do Bolsa Família será feito por aplicativo e não mais por prefeituras, diz Bolsonaro


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, nesta quinta-feira (13), que o cadastro do Bolsa Família passará a ser feito através de um aplicativo, ao invés das prefeituras. Segundo o chefe do Executivo nacional, o Governo Federal está finalizando uma nova versão do programa social. 

"Está quase pronto também a questão do novo Bolsa Família. E mais ainda, brevemente a inclusão no Bolsa Família não será mais procurando prefeituras pelo Brasil. Será feito através de um aplicativo", declarou o presidente durante evento em Maceió, Alagoas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No fim de abril, Bolsonaro disse que o governo pretende elevar a média do benefício pago pelo Bolsa Família de cerca de R$ 190 para R$ 250 a partir de agosto ou setembro. Na ocasião, ele não especificou a origem dos recursos financeiros para o aumento.

Segundo o presidente, o auxílio emergencial pago em 2020 gerou mais gastos do que dez anos de Bolsa Família. "Hoje a média está em R$ 192. O auxílio emergencial está em R$ 250. É pouco, sei que é pouco, mas é muito maior que a média do Bolsa Família. A gente pretende passar para R$ 250 agora em agosto ou setembro", afirmou Bolsonaro.