Homem é morto pelos próprios pais por não ser casado

Homem é morto pelos próprios pais por não ser casado


O cineasta iraniano Babak Khorramdin, de 47 anos, foi brutalmente assassinado pelos próprios pais e teve o corpo desmembrado e jogado em uma mala. Babak havia retornado ao país natal para confrontar os progenitores sobre sua decisão de nunca ter se casado.

Inconformados com a informação, os pais do cineasta realizaram um “crime de honra”. Os restos mortais de Babak foram encontrados em sacos de lixo e em uma mala no oeste de Teerã. Segundo a revista Monet, o pai do iraniano admitiu ter anestesiado o filho e o assassinado com golpes de faca. Além disso, teria fatiado seu corpo e jogado os restos mortais no lixo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A polícia encontrou evidências de assassinato na casa da família. A mãe de Babak também participou do crime e, juntamente com o marido, foi presa. Em depoimento à polícia, o casal ainda afirmou ter matado sua filha há três anos e um genro, há 10 anos. O método teria sido o mesmo usado contra o cineasta. O patriarca declarou, no tribunal, não se arrepender de seus atos.

Metrópoles