Médico, policial e cantor estão entre autuados por festa clandestina em píer no interior do Ceará

Médico, policial e cantor estão entre autuados por festa clandestina em píer no interior do Ceará


O grupo que se aglomerou em uma festa clandestina, no píer do açude Umari, em Crato, no Interior do Ceará, foi autuado por descumprimento das medidas de isolamento social, previstas nos decretos municipal e estadual, com base no artigo 268 do Código Penal.

O evento ocorreu no último dia 3 abril e a apuração policial foi concluída na última quarta-feira (19). Dentre as 27 pessoas identificadas, estão um médico, duas dentistas, um policial civil do Estado de Pernambuco, dois empresários, duas arquitetas, um cantor e uma advogada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O caso será encaminhado, nesta quinta-feira (20), ao Poder Judiciário, que ficará encarregado de processar e julgar os investigados - que não tiveram os nomes divulgados.

Festa Clandestina
De acordo com a Polícia, o grupo não mantinha distanciamento social, não utilizava máscara de proteção e consumia bebidas alcoólicas. Nas redes sociais, os participantes compartilharam vídeos do evento.

A parti daí, a Polícia identificou os envolvidos através de recursos tecnológicos. Em seguida, o grupo foi intimado a comparecer à delegacia, onde todos foram ouvidos. 

Eles assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por infração à determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa. 

Diário do Nordeste