Projeto cearense oferece suporte virtual em arquitetura e engenharia para famílias de baixa renda

Projeto cearense oferece suporte virtual em arquitetura e engenharia para famílias de baixa renda


Devido à pandemia de Covid-19, o Escritório de Tecnologia Social (EtecS), projeto de extensão da Universidade Federal do Ceará (UFC), passou a oferecer a assistência técnica em arquitetura e engenharia para famílias de baixa renda em Fortaleza de maneira virtual, através do serviço “ProGente”. O suporte já era oferecido anteriormente, em campo, desde a fundação do EtecS, em meados de 2006.   

Para conseguir as orientações do escritório, repassadas por profissionais da área, a família deve ter como pré-requisito receber até três salários mínimos. Os candidatos às orientações precisam se inscrever via formulário.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"O ProGente foi uma maneira da gente se adaptar à pandemia, pois desde o ano passado nosso trabalho ficou limitado, já que a gente faz levantamentos e visitas completamente em campo", pontua o estudante de arquitetura e urbanismo e integrante do EtecS, Gabriel Meirelles. O estudante reforça que a ideia do EtecS é desmistificar que os serviços de arquitetura e engenharia são voltados exclusivamente para quem tem um valor aquisitivo maior.

Orientações
Dentre os serviços prestados pelo ProGente estão as orientações técnicas de engenharia e arquitetura para quem quer construir, reformar ou solucionar problemas de desempenho da edificação, como arquitetura de interiores, melhoria habitacional, execução no canteiro de obras, degradação do edifício, instalações prediais e orçamentação. No entanto, a procura vai além destes serviços. De acordo com o estudante Gabriel, o escritório também é procurado para orientar na compra de imóveis e leitura de projetos de arquitetura e engenharia.

Diário do Nordeste