Assessor de Salles alvo de operação da PF deixa o Ministério do Meio Ambiente

Assessor de Salles alvo de operação da PF deixa o Ministério do Meio Ambiente


O governo federal exonerou do cargo, a pedido, Leopoldo Penteado Butkiewicz, assessor especial do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. A exoneração foi publicada no "Diário Oficial da União" (DOU) desta quarta-feira (2) e é assinada pelo ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos. Butkiewicz está entre os investigados na operação Akuanda, da Polícia Federal (PF), que apurou a exportação ilegal de madeira.

Na terça, Butkiewicz e mais seis investigados na operação haviam sido afastados do cargo por 90 dias. O ministro Ricardo Salles também foi um dos alvos da operação, mas permanece no cargo. A operação apura a exportação ilegal de madeira para os Estados Unidos e a Europa. A investigação foi autorizada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, que também determinou a quebra dos sigilos bancário e fiscal de Salles. A Procuradoria Geral da República (PGR) enviou na segunda (31) ao STF um pedido de abertura de inquérito para investigar o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O afastamento por 90 dias dos investigados foi publicado na terça (1º) no Diário Oficial por meio de duas portarias. Uma foi assinada pelo ministro Luiz Eduardo Ramos, da Casa Civil, e outra, pelo ministro Ricardo Salles. Ambas determinam que os agentes públicos especificados deveriam ser afastados do exercício da função pública a partir do dia 19 de maio.

Portal G1