Bancários de Santa Quitéria pedem à Prefeitura prioridade na vacinação contra covid

Bancários de Santa Quitéria pedem à Prefeitura prioridade na vacinação contra covid


A Prefeitura de Santa Quitéria recebeu na última semana, dois ofícios dos bancários da cidade solicitando a inclusão dos profissionais que atuam nas instituições financeiras no grupo prioritário na vacinação contra a Covid-19. A solicitação considera nota técnica divulgada pelo Ministério da Saúde em maio passado, dando prosseguimento a imunização de trabalhadores essenciais após a finalização de grupos prioritários e dos bancários estarem em decreto incluídos como serviço essencial.

Ao todo, são 58 funcionários distribuídos nas agências do Banco do Brasil, Caixa, Santander, Bradesco e Banco do Nordeste. Destes, apenas os vigilantes foram atendidos até o momento, por se enquadrarem em serviços de segurança.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os requerimentos foram entregues ao secretário de saúde, Adeilton Mendonça, e ao prefeito Braguinha em seu gabinete, mas segundo David Mesquita, do Banco do Brasil, ainda não houve qualquer retorno. “Em uma conversa informal, Nivaldo {procurador do Município} informou o recebimento e disse que estava preparando uma resposta, mas até agora não foi nos repassado nada. Já faz mais de uma semana que enviamos, é uma certa irrelevância para causa e para o nosso pedido”, afirmou o bancário.

No documento enviado à Prefeitura, os profissionais solicitam a vacinação que engloba prestadores de serviço, zeladores e bancários. 

Fomos fundamentais no pagamento do auxílio emergencial, na operacionalização do Programa Nacional de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Pronampe), na negociação e prorrogação do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), também na suspensão das parcelas do programa Minha Casa Minha Vida MCVM, dentre outras funções como abastecimento de numerário, trabalhando inclusive, aos sábados. Portanto, considerando que todos os decretos nos classificam como serviço essencial, que agências bancárias são focos de contaminação em função do número de pessoas aglomeradas que atendemos diariamente, que o manuseio do dinheiro é um forte vetor de transmissão do vírus e principalmente em respeito aos inúmeros colegas que perdemos para esta doença e por todos os nossos familiares, solicitamos o atendimento deste pleito.

Até o fechamento desta matéria, a Prefeitura de Santa Quitéria ainda não se manifestou sobre a prioridade.

Greve no Ceará
Os bancários do Ceará estão mantendo o estado de greve e negociando, paralelamente com a Fenaban, e poder público para incluir a categoria na vacinação no Estado.

“Estamos convencidos que trabalhamos num ambiente insalubre, em ambientes fechados, com pouca troca de ventilação de ar, e achamos que estaríamos automaticamente, incluídos entre as categorias prioritárias, mas não fomos incluídos, mesmo tendo trabalhado durante toda a pandemia e até aos sábados”, destacou o diretor do Sindicato, Marcos Saraiva.