Corpo de Lázaro já foi liberado para enterro, mas família não buscou

Corpo de Lázaro já foi liberado para enterro, mas família não buscou


O corpo de Lázaro Barbosa, conhecido como "serial killer de Brasília", ainda não foi retirado do Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia (GO). Morto com 38 tiros nesta segunda-feira, 28, Lázaro teve o cadáver liberado para enterro no mesmo dia, mas a família ainda não compareceu para retirada.

O corpo chegou ao IML no começo da tarde de segunda-feira, após passar pelo Hospital Municipal de Águas Lindas já sem vida. Lázaro foi encaminhado à unidade de saúde pela mesma equipe policial que o capturou, durante cerco na cidade de Águas Lindas (GO).

Apesar da autorização, no entanto, o cadáver permanecia no IML até a noite desta terça-feira. Ninguém da família foi ao local para solicitar a remoção. Devido à grande repercussão alcançada no caso, os parentes temem retaliação popular. O prazo é de 30 dias, mas pode ser prorrogado. 

Segundo reportagem do Fala Brasil, há uma orientação para que a família aguarde para realizar a retirada. A expectativa é que o corpo levado para Edilândia, povoado de Cocalzinho, onde deverá ser sepultado. 

O DNA de Lázaro Barbosa foi coletado para ajudar em investigação de outros crimes. O secretário de Segurança Pública informou que além das condenações que Lázaro já tinha, ainda existem casos sem soluções e que ele é suspeito de ser o autor.