Empresário pede desculpas por festa com aglomeração em Hidrolândia: "sei dos meus excessos e estou reconhecendo meu erro"

Empresário pede desculpas por festa com aglomeração em Hidrolândia: "sei dos meus excessos e estou reconhecendo meu erro"


O empresário Netinho Mororó, responsável por uma festa no último domingo (06) com mais de 200 pessoas no município de Hidrolândia e que foi encerrada pela Polícia Militar, gravou um vídeo e escreveu uma nota se retratando sobre o episódio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele relata que a intenção era reunir apenas um grupo pequeno de amigos, mas acabou tomando grandes proporções quando mais pessoas chegavam por convite dos outros, provocando a aglomeração. "Quero pedir desculpas a sociedade de Hidrolândia, ao Estado como um todo e principalmente, perdão aos que perderam seus entes queridos em decorrência desse vírus tão terrível", declarou.


Netinho cita também que "sabe dos seus excessos e estou reconhecendo meu erro, mesmo que não tenha sido essa a minha intenção" e que sobre um áudio gravado em relação ao camburão da viatura, disse se tratar de uma brincadeira entre poucos amigos e que nunca imaginava que iria repercutir e lhe prejudicar daquela maneira.

O mesmo chegou a ser conduzido para a Delegacia de Polícia Civil de Canindé, após a festa ser encerrada pela composição, onde foi lavrado termo circunstanciado de ocorrência por infringir determinação do poder público.