Escola Monsenhor Ximenes, de Catunda, passará a ser de tempo integral

Escola Monsenhor Ximenes, de Catunda, passará a ser de tempo integral


O governador Camilo Santana anunciou, na tarde desta quarta-feira (30), a ampliação da oferta de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. A partir de agosto, a jornada prolongada será realidade em mais 46 escolas da rede estadual, localizadas em 37 municípios. Entre estas, está a EEM Monsenhor Ximenes, em Catunda.

A oferta do ensino integral começa a partir da 1ª série do Ensino Médio e a expansão ocorre gradualmente para as próximas séries. Cada escola oferta uma jornada de sete a nove horas, garantindo até três refeições diárias. O currículo é composto por disciplinas da base comum a todos e disciplinas escolhidas pelos alunos.

Na sede da Crede 13 em Crateús, a prefeita Ravenna Lima e o diretor da escola Valberto Ferreira acompanharam a transmissão. Camilo enfatizou que a expansão é o alcance de uma meta histórica. “Com essas 46 novas escolas, vamos ultrapassar 50% das nossas escolas aptas a serem de tempo integral”, comemorou.

Segundo a titular da Seduc, esse tempo maior dentro da escola tem sido fundamental para fortalecer o vínculo entre alunos e professores, além de ampliar as oportunidades de aprendizagem. “Eles passam o dia todo e, nesse dia todo, eles desenvolvem as competências cognitivas e socioemocionais também, que é um importante fator para a nossa juventude. Nós estamos trabalhando isso desde a primeira infância. Na escola de tempo integral, é bem mais forte. Os alunos têm a oportunidade de escolher, também, seu projeto de vida, com uma eletiva ou duas, que são disciplinas que eles escolhem entre empreendedorismo, informática, dança, música e línguas. Ou seja, aquilo que ele acha que realmente acha que desenvolve suas habilidades”, detalhou Eliana Estrela.