Lázaro Barbosa: veja o que se sabe sobre a operação que resultou em morte

Lázaro Barbosa: veja o que se sabe sobre a operação que resultou em morte


Lázaro Barbosa, de 32 anos, suspeito de matar uma família em Ceilândia, no Distrito Federal, foi morto, nesta segunda-feira (28), após ser preso em Águas Lindas de Goiás, no Entorno do DF. Uma força-tarefa com mais de 270 policiais procurava o criminoso há 20 dias. Polícia diz que o homem fugiu três vezes da prisão e era acusado de diversos crimes.

Ao longo das buscas, a força-tarefa monitorou as cidades de Cocalzinho de Goiás e Águas Lindas de Goiás, onde Lázaro teria passado por dentro de matas.

Foram usados helicópteros, dezenas de viaturas, cães farejadores, drones com visão térmica, rádios especiais com alcance de 30km e antenas amplificadoras de sinal para encontrar o fugitivo.

Apesar de todo aparato tecnológico, o suspeito conhecia bem as matas da região, onde nasceu e foi criado. Ele era considerado "mateiro", segundo o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, o que dificulta as buscas.

Veja o que se sabe sobre a reta final da operação:

Onde e quando ele foi encontrado?
O governador Ronaldo Caiado (DEM) informou que que Lázaro foi encontrado nesta segunda-feira (28) em uma mata a cerca de 4km da casa da mãe da ex-companheira, em Águas Lindas de Goiás. De acordo com o secretário Rodney Miranda, a polícia estava monitorando o criminoso, mas também recebeu denúncia de moradores da região.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Caiado anunciou em entrevista que a denúncia indicou que Lázaro estaria na casa da mãe da ex-companheira e a investigação partiu deste ponto. A polícia diz que o criminoso foi cercado e ameaçou os agentes, que conseguiram capturá-lo.

"Ele foi se encontrar com elas [ex-mulher e sogra]. Estávamos monitorando, ele chegou a ameaçar os policiais falando que daria tiro na cara, fizemos o cerco e além da arma, ele tinha R$ 4,4 mil no bolso. Isso é mais uma prova que tinha gente com ele dificultando o nosso trabalho”, disse o secretário.

Como a polícia chegou até ele?
Informação divulgada pelo secretário Rodney Miranda indica que Lázaro poderia ter uma rede de apoio, que dava suporte na fuga. A ex-mulher do criminoso foi levada, na manhã desta segunda-feira (28), para a Delegacia Regional da Polícia Civil após a força-tarefa receber a denúncia de que ele estava na casa dela em Águas Lindas de Goiás.

A ex-mulher foi levada por policiais civis. Ela não estava algemada prestou depoimento. Após quase 1 hora, ela deixou a delegacia em um carro. O secretário completou que existe a possiblidade de outras pessoas envolvidas e a polícia apura o caso.

De acordo com moradores, com a chegada de policiais, ele entrou na mata que fica atrás da residência e fugiu.

Como ele morreu?
Lázaro Barbosa foi baleado em troca de tiros com policiais, segundo o secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda. Em coletiva de imprensa, o secretário diz que Lázaro descarregou uma pistola contra os policiais ao ser encontrado.

"Ele estava com uma pistola e descarregou tudo contra os policiais. Não feriu nenhum policial", afirmou Rodney.

Em vídeo divulgado, Lázaro é colocado numa ambulância por policiais, que comemoram a prisão dele. Não é possível identificar se ele estava vivo ou morto no momento da filmagem.

Quantos tiros ele levou?
O presidente da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais, Marcos Camargo, analisou as imagens do corpo de Lázaro Barbosa e estima que Lázaro pode ter levado 10 tiros. Ele diz que a estimativa é feita preliminarmente.

“Considerando a imagem que a gente tem, são disparos que atingiram face, tronco e braço. Pela foto, ciente das dificuldades de qualidade, não parecem tiros desferidos a distância muito curta ou próxima, tipo à queima-roupa”, diz Camargo.

O especialista aponta que os calibres ainda precisam ser avaliados pela recuperação dos cartuchos e projéteis no local ou pela recuperação dos projéteis no exame necroscópico. O corpo do criminoso será periciado no Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia.

Já a perita Rosângela Monteiro estima que Lázaro levou ao menos quatro tiros. A profissional diz que pelas fotos do corpo, não visualizou vestígios que indicassem a ocorrência de execução e que os disparos teriam sido realizados à distância.

"Alguns poderiam ser 'de raspão', mas não posso precisar. A maioria desses ferimentos encontram-se na região torácica e tudo indica que alguns na cabeça. Os ferimentos que pude visualizar nestas fotos são característicos daqueles existentes nos confrontos entre pessoas armadas", fala a perita.

A perita reforça, como Camargo, que a análise completa será feita após perícia no IML. "Minha análise é muito superficial, pois não tenho fotos do corpo todo, nem da região posterior. Estes detalhes são importantes", finaliza.

O que foi apreendido com ele?
O secretário Rodney Miranda informou que Lázaro chegou a ser levado ao hospital, mas não resistiu. Segundo o titular da SSP-GO, no bolso do criminoso foram encontrados R$ 4,4 mil. Para ele, isso reforça a hipótese da rede de apoio que facilitava a fuga. "Ele descarregou uma pistola, possivelmente 380, em cima do policiais", disse Rodney Miranda.

O Povo