Ministério da Saúde confirma 2ª morte pela variante delta da covid-19

Ministério da Saúde confirma 2ª morte pela variante delta da covid-19


O Ministério da Saúde confirmou hoje a 2ª morte pela variante delta do novo coronavírus no Brasil. A notificação foi feita no dia 24, relativa a um homem de 54 anos, tripulante de um navio que ficou atracado no Maranhão. O primeiro caso foi no Paraná, de uma gestante de 42 anos, confirmado em 18 de abril após sequenciamento genético. Na investigação, constatou-se que ela havia passado pelo Japão. Na época, ainda não se tinha notícia da cepa, identificada pela primeira vez na Índia em outubro do ano passado.

Até o momento, 11 casos da variante delta foram confirmados no Brasil, sendo seis no navio que segue na costa do Maranhão, um em Campos dos Goytacazes (RJ), um em Juiz de Fora (MG), dois em Apucarana (PR) e um em Goiânia. Segundo o ministério, "todos os pacientes estão isolados e os contatos são monitorados pelas equipes de Vigilância Epidemiológica e Centro de Informações Estratégicas em Vigilância e Saúde (CIEVS) locais".

Em um estudo publicado pela revista científica Cell, que contou com a participação da Fiocruz, cientistas apontaram que a variante pode aumentar o risco de reinfecção, já que o soro de pessoas previamente infectadas por outras cepas - como a gama, de Manaus, predominante no Brasil, são menos potentes diante da nova mutação.

UOL Notícias