MPCE recomenda isolamento social rígido em mais três cidades do interior do Ceará após aumento de mortes por Covid-19

MPCE recomenda isolamento social rígido em mais três cidades do interior do Ceará após aumento de mortes por Covid-19


O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) recomendou na última segunda-feira (31) que os municípios de Jati, Penaforte e Porteiras, na Região do Cariri, adotem isolamento social rígido, em razão da elevação no número de mortes por Covid-19 constatadas desde o ano passado nas localidades. Outras cidades da região já dotam lockdown. 

O Cariri é a região do Ceará onde atualmente o cenário da pandemia é mais grave. Nas últimas semanas, as medidas restritivas foram relaxadas em várias cidades do estado, mas não nas do Cariri.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em Porteiras, segundo boletim epidemiológico atualizado nesta segunda-feira (31), aponta 1.257 casos confirmados sendo 13 nas últimas 24 horas e 27 óbitos. Já em Jati são 576 casos confirmados com 11 mortes. E em Penaforte, de acordo com a última atualização divulgada pela atual gestão, no dia 6 de maio, apontava 487 casos confirmados com oito mortes.

Decreto estadual
O MPCE recomenda também que cada município siga integral e imediatamente as medidas referentes aos Decretos Estaduais que determinam maior rigor no isolamento em municípios da Região de Saúde do Cariri.

De acordo com o MPCE, o procedimento foi direcionado aos prefeitos e a secretários de Saúde e de demais áreas dos municípios. O isolamento rigoroso deve ser aplicado conforme disposto nos Decretos Estaduais de 22 de maio e de 29 de maio de 2021. Ambos definem a adoção da medida tendo como base a grave situação epidemiológica no Ceará, registrada em dados do Integrasus e exposta por autoridades sanitárias estaduais.

Ainda conforme a recomendação, cada município deve apresentar, no prazo de 24 horas, informações sobre as medidas adotadas para implementação do isolamento social rígido. Isso inclui edição de Decreto Municipal determinando o isolamento social rígido como medida de enfrentamento à Covid-19 e de redução da pressão sobre o sistema de saúde, segundo o órgão.

O MPCE afirmou também que cada município deverá dar ampla publicidade à estratégia adotada, fazendo divulgação das medidas em rádios, canais oficias de comunicação, carros de som e em órgãos públicos.

G1 - CE