Professora leva soco na cara após pedir que homem use máscara em seu local de trabalho

Professora leva soco na cara após pedir que homem use máscara em seu local de trabalho


Uma professora foi agredida nesta quinta-feira (24) ao exigir a correta utilização da máscara de um homem que tentava obter informações sobre aulas particulares. O caso aconteceu na Avenida Plácido Castelo, na cidade de Quixadá.

Elielma Rodrigues conta que o agressor pediu pra conhecer o local das aulas de reforço, e solicitou que ele colocasse a máscara no lugar correto. “Imediatamente ele se negou e eu disse que só permitiria a entrada dele com o uso da máscara”, relata.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo a professora, foi o suficiente para ser agredida com um soco no rosto, que a deixou caída e desacordada. "Estou sem chão, apavorada e machucada. Está cada vez mais difícil lidar com o negacionismo das pessoas", ela desabafa. A agressão aconteceu no início da manhã e até o final da tarde de hoje, o agressor ainda não havia sido identificado.

O relato da agressão já foi registrado em Boletim de Ocorrência da Delegacia de Quixadá. Imagens de segurança de imóveis vizinhos estão sendo resgatados para identificá-lo.

CN7