PT diz que Amado Batista enfrentará Justiça após chamar Lula de “ladrão”

PT diz que Amado Batista enfrentará Justiça após chamar Lula de “ladrão”


A presidente do PT, Gleisi Hoffmann, ameaçou processar o cantor Amado Batista, depois de chamar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de “ladrão” durante entrevista concedida à Rede Nordeste de Rádio. A declaração foi feita no fim de maio, mas gerou reação da cúpula do PT somente no último sábado, (06).

Na entrevista, reproduzida na íntegra pelo jornalista Magno Martins, Amado Batista defende posicionamentos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e faz acusações contra Lula e os filhos dele. Além disso, o cantor critica as pesquisas que apontam o ex-presidente na liderança para eleição do ano que vem.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Amado Batista terá de enfrentar a Justiça, assim como outros que mentiram sobre Lula e sua família. Quem faz acusação falsa tem de ser responsabilizado pelo que diz, seja famoso ou não”, escreveu Gleisi, nas redes sociais. “Cuidado com a língua, mentirosos”, acrescentou, em seguida.

Sucesso principalmente nos anos 1980 e 1990, o cantor, compositor e empresário Amado Batista é considerado um dos principais apoiadores de Bolsonaro, dentro da classe artística.

Repórter Ceará