Troféus roubados de ex-atacante da seleção são recuperados

Troféus roubados de ex-atacante da seleção são recuperados


O ex-jogador cearense Mário Jardel agradeceu as forças policiais do Estado pela recuperação de suas chuteiras de ouro, prata e bronze e disse que a operação das autoridades foi cirúrgica. A declaração foi dada na manhã desta sexta-feira (4), durante coletiva de imprensa sobre o caso, na sede da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). 

"Quero tirar o chapéu para a polícia do Estado do Ceará, em todos os seus órgãos, por recuperarem as minhas chuteiras em 24 horas. Isso vou levar para o resto da minha vida. Foi uma ação intensa, eficaz e cirúrgica", disse ele, ao lado do secretário de segurança pública do Ceará, Sandro Caron. Jardel relatou à reportagem que a trava de uma das chuteiras de ouro foi retirada. O cearense disse ainda que as bases dos prêmios foram quebradas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A prisão do suspeito em flagrante foi realizada em ação conjunta da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) com a Coordenadoria de Inteligência da Secretaria da SSPDS. Em depoimento, o jovem de 19 anos admitiu participação no crime e apontou o paradeiro dos troféus. Ele foi autuado por furto qualificado e associação criminosa. 

As chuteiras foram furtadas da casa de Jardel no bairro Dunas, em Fortaleza, na última quarta-feira (2). Haviam sido levadas as "Chuteiras de Ouro", conquistadas por conta da artilharia da Europa em 1999 e 2002, quando atuava pelo Porto-POR e Sporting-POR; assim como a "Chuteira de Prata", conquista em 1997 pelo Porto-POR e a "Chuteira de Bronze", vencida quando atuava pelo Galatasaray-TUR em 2000. 

Jardel é um dos atletas cearenses de maior projeção, tendo alcançado artilharia e idolatria em vários times do futebol mundial, como Ferroviário, Grêmio, Porto-POR, Sporting-POR e Galatasaray-TUR. 

Diário do Nordeste