Bairros de Santa Quitéria chegam a cinco dias sem água; Cagece fatura por ano na cidade R$ 5 milhões

Bairros de Santa Quitéria chegam a cinco dias sem água; Cagece fatura por ano na cidade R$ 5 milhões


A cada dia, aumenta ainda mais o nível de insatisfação da população de Santa Quitéria com o serviço prestado pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). Seja nas partes mais elevadas ou não, já há bairros que estão há cinco dias sem abastecimento e a companhia informou por telefone que o equilíbrio total do sistema deve ocorrer até a tarde de amanhã (28).

A adutora que abastece a cidade - apelidada de cream cracker - teve rompimento (mais uma vez, pra variar) e segundo a Cagece, o reparo foi solucionado ainda no domingo.

Considerando as últimas ocorrências - pelo menos, duas vezes mensalmente -, pode-se concretizar que o sistema está ultrapassado e obsoleto para atender aos quiterienses e acompanhar o crescimento da sede. Sem água nas torneiras, os clientes já começam a receber a conta em suas casas com bastante fúria.

Fatura bem
Por ano, a companhia arrecada em Santa Quitéria, em média, R$ 5 milhões, levando em conta dados de 2019. Quando pediu a renovação do contrato na Câmara Municipal por mais 30 anos, prometeu a substituição do encanamento da rede adutora.

Silêncio
A Voz de Santa Quitéria procurou a assessoria de imprensa da Cagece para prestar mais esclarecimentos, prometeram retorno, mas até o fechamento desta matéria, não responderam aos questionamentos feitos.

Preocupa o silêncio ensurdecedor do Ministério Público, através da promotora de Santa Quitéria Marina Romagna Marcelino, em não observar e agir diante de tamanho descalabro com a comunidade.