bronze no judô, frustração na canoagem e recordes na natação; saiba o que aconteceu no dia 6 das Olimpíadas de Tóquio

bronze no judô, frustração na canoagem e recordes na natação; saiba o que aconteceu no dia 6 das Olimpíadas de Tóquio


As Olimpíadas de Tóquio 2021 estão no dia 6. O Time Brasil somou mais uma medalha em Tóquio com a conquista do bronze de Mayra Aguiar, ficou sem pódio na canoagem e na natação e avançou no BMX e boxe. Leia no resumo o que aconteceu entre a noite de quarta-feira, 28, e a madrugada de quinta, 29, enquanto você dormia.

O dia 6 contou com as estrelas na natação em ação, carimbando recordes olímpico e mundial. Entre os competidores que subiram ao pódio, o norte-americano considerado o sucessor de Michael Phelps, Caeleb Dressel. O Time Brasil disputou a final dos 800m livres, mas não conseguiu tempo suficiente para assegurar uma medalha. No handebol feminino, a equipe brasileira sofreu a primeira derrota em Tóquio.

Bronze no judô
Mayra Aguiar superou a sul-coreana Yoon Hyun-JI e conquistou a medalha de bronze na categoria até 78 kg do judô, na Olimpíada de Tóquio, na manhã desta quinta-feira, 29 (horário de Fortaleza). Com a conquista, ela se tornar a primeira atleta brasileira a somar três medalhas olímpicas em esportes individuais.

Frustração na canoagem
Depois de se classificar com o terceiro melhor tempo, Ana Sátila não conseguiu repetir o bom desempenho na final e ficou de fora do pódio na categoria C1 da canoagem slalom. A brasileira foi penalizada por erros na prova e anotou o pior tempo da decisão. Apesar de a medalha não ter vindo, a mineira entrou para a história por conquistar o melhor resultado na modalidade para o Time Brasil.

Semifinal no BMX
O brasileiro Renato Rezende disputou as quartas de final do ciclismo BMX e avançou às semifinais da competição. Ele ficou na terceira colocação da bateria número 2, após três corridas. Os quatro melhores entre os seis competidores conquistaram a vaga.

"Murro na cabeça" e classificação no boxe
O brasileiro Hebert Sousa se classificou para as quartas de final da categoria peso-médio do boxe, na Olimpíada de Tóquio. O brasileiro superou o chinês Tuoheta Erbieke por decisão dividida dos árbitros (3-2) após três rounds de luta. "Aqui é Salvador, Bahia, murro na cabeça", disse o eufórico pugilista baiano ainda em cima do ringue.

Eliminação de brasileira no tiro com arco
Ane Marcelle foi eliminada dos Jogos Olímpicos ao ser derrotada pela sul-corena An San, uma das melhores do mundo na modalidade, por 7 a 1. No masculino, o brasileiro Marcus D'Almeida está nas oitavas de final.

Guilherme Costa não sobe ao pódio
O brasileiro disputou a final dos 800m livres, mas teve o pior tempo, terminando a prova em último lugar. O campeão do prova foi o norte-americano Robert Finke.

Recordes na natação
O dia 6 rendeu resultados expressivos de estrelas da modalidade. Considerado o sucessor de Michael Phelsp, Caeleb Dressel conquistou a medalha de ouro nos 100m livres para os Estados Unidos e quebrou recorde olímpico. A China também deu show nas piscinas de Tóquio. No revezamento 4x200m, as chinesas faturaram o ouro e bateram o recorde mundial. Principal nadadora do país asiático, Zhang Yufei ainda subiu ao lugar mais alto do pódio na prova indivudal dos 200m borboleta com quebra de recorde olímpico. No revezamento 4x100m feminino, a equipe da Austrália venceu e bateu o recorde mundial.

Dia ruim para Robert Scheidt
O bicampeão olímpico Robert Scheidt teve um dia ruim na disputa da classe laser da vela. Com colocações intermediárias nas duas regatas disputadas, o veterano perdeu uma colocação na classificação geral dos Jogos Olímpicos - caiu do terceiro para o quarto lugar.

Primeira derrota do Time Brasil no handebol feminino
A Seleção Feminina de handebol conheceu a sua primeira derrota nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Na madrugada desta quinta-feira, 29, as brasileiras perderam por 27 a 23 para a Espanha.

Eliminação no remo
O remador carioca Lucas Verthein ficou fora da final do skiff simples na Olimpíada de Tóquio (Japão). Nesta quarta-feira (28), o brasileiro ficou em quinto lugar na primeira semifinal da prova.

Derrota pesada no rugby de 7
A seleção brasileira feminina de rugby de 7 estreou na Olimpíada, na noite desta quarta-feira (28) no Estádio de Tóquio, perdendo para o Canadá por 33 a 0.

O Povo Online