DJ Ivis permanece detido e deve ser levado para presídio em Aquiraz

DJ Ivis permanece detido e deve ser levado para presídio em Aquiraz


Foi realizada na manhã desta sexta-feira, (16), a audiência de custódia de DJ Ivis que decidiu pela manutenção da prisão do artista. Segundo informações colhidas pelo O POVO na Delegacia de Capturas (Decaps), foi decidido que ele deve permanecer preso e deverá ser transferido para um presídio. O músico está preso preventivamente desde a quarta-feira, (14). A decisão é do Poder Judiciário da comarca do Eusébio, onde um dos inquéritos contra o DJ foi instaurado.

O músico vai responder a dois inquéritos por lesão corporal no âmbito da violência doméstica e familiar. Ivis é também é investigado pelas agressão à sua ex-esposa Pamella Holanda. Os inquéritos são da Delegacia do Eusébio e pela Delegacia de Defesa da Mulher.

A defesa do DJ Ivis Araújo afirmou que já pediria à Justiça do Ceará a revogação da prisão temporária do músico em troca da adoção de medidas cautelares, como o uso de tornozeleira eletrônica e recolhimento domiciliar. Os advogados esperavam que a audiência de custódia fosse realizada na última quinta-feira, (15), mas só aconteceu na manhã desta sexta.

Ivis é investigado por lesão corporal no âmbito da violência doméstica e familiar após aparecer em vídeos agredindo Pamella. Ele foi preso no final da tarde dessa quarta-feira, 14, em um condomínio de luxo em Aquiraz, e prestou depoimento na Delegacia do Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

O músico foi transferido para Delegacia de Capturas, em Fortaleza, onde presos podem permanecer de sete até 30 dias, a depender do caso, antes de serem encaminhados a uma unidade prisional. Segundo a defesa do músico, Ivis não está recebendo qualquer privilégio em relação ao tratamento de outros presos e se encontrava em uma cela norma.

O Povo