Estabelecimentos de cidade cearense são interditados por aglomerações com cerca de 2 mil pessoas

Estabelecimentos de cidade cearense são interditados por aglomerações com cerca de 2 mil pessoas


Em razão de aglomerações, alguns estabelecimentos de Juazeiro do Norte, no Cariri, foram interditado e notificados por desrespeito ao distanciamento social. Em alguns locais haviam cerca de 2 mil pessoas.

“Havia uma generalização. Quando se interditava um (local), o público todo iria para o outro estabelecimento. É como se fosse uma comunidade do vírus. Não tem como tolerar esse tipo de ação”, revelou Eraldo Oliveira, coordenador da Autarquia Municipal de Meio Ambiente (AMAJU) de Juazeiro do Norte.

As fiscalizações começaram a interditar estabelecimentos com aglomerações a partir da última sexta-feira, (09).

“As pessoas confundem o horário de funcionamento com a questão de poder fazer tudo. Parece até que houve uma liberação geral. Muitas vezes dentro do próprio horário de funcionamento, há aglomerações inconsequentes. Portanto, o papel da vigilância sanitária é fazer essas avaliações”, complementa o coordenador da AMAJU.

Repórter Ceará