Flamengo anuncia a demissão de Rogério Ceni

Flamengo anuncia a demissão de Rogério Ceni


Rogério Ceni não é mais técnico do Flamengo. A demissão do treinador foi comunicada pelo clube exclusivamente no Twitter, na madrugada deste sábado, 10. Na mensagem publicada, foi informado que Maurício Souza comandará o Rubro-Negro no domingo, no duelo contra a Chapecoense, pela 11ª rodada da Série A do Brasileiro.

A decisão pela saída de Ceni foi tomada pela diretoria do Flamengo após o vazamento de um áudio, na sexta-feira, 9, de um analista de escaltes do time, Roberto Drummond, fazendo duras críticas ao agora ex-treinador da equipe. Além de detonar o trabalho de Rogério e de sua comissão, o também ex-membro do Centro de Inteligência e Mercado do Flamengo (CIM) — foi demitido com o episódio — afirmou que Rogério forçava a barra para a contratação de jogadores que estão ou já foram do Fortaleza (quando ele treinou o time do Pici).

O motivo da queda, porém, não foi só esse. Internamente, o clima para Rogério Ceni já não estava dos melhores no Flamengo. O mau início na Série A do Brasileiro — time é apenas o 12º, tendo perdido quatro partidas em oito disputadas — e o comportamento do técnico já vinham causando desgaste junto à diretoria, que sofria pressão da torcida para demitir o ídolo são paulino.

Como técnico do Flamengo, Rogério Ceni disputou 44 partidas, tendo vencido 23, empatado 11 e perdido 10. Foram três taças conquistadas com o Urubu: Brasileiro Série A 2020, Supercopa do Brasil 2021 e Campeonato Carioca 2021. Ele chegou ao time carioca em 10 de novembro, ainda durante a Série A, ao deixar o Fortaleza pela segunda vez.

A imprensa carioca aponta Renato Gaúcho como o favorito para assumir o Mengão. Nem toda a cúpula do Rubro-Negro, porém, é a favor da vinda do ex-comandante do Grêmio. Segundo a ESPN, no entanto, uma primeira sondagem já foi feita.

O Povo Online