Mesmo com vacinação, decreto de calamidade pública no Ceará é prorrogado até o final do ano

Mesmo com vacinação, decreto de calamidade pública no Ceará é prorrogado até o final do ano


O decreto que determina o estado de calamidade pública no Ceará, em razão da pandemia de Covid-19, foi prorrogado pela Assembleia Legislativa até o fim de 2021. A decisão anterior, estabelecida em fevereiro, delimitava o período até 30 de junho, mas uma nova determinação prolongou o prazo.

"A prorrogação do estado de calamidade no Ceará é essencial para desburocratizar e acelerar a aquisição de materiais e serviços de combate à Covid-19 no estado. Apesar de estarmos em situação mais tranquila, a pandemia não acabou e os investimentos na saúde são necessários", destaca o deputado Júlio César Lima (Cidadania), líder do governo na Casa.

Com a aprovação do decreto, o governo estadual está permitido a realizar compras sem licitação e a ultrapassar os limites de gastos permitidos na Lei de Responsabilidade Fiscal, em ações de combate à pandemia.

G1 CE