Na 5ª semana de aumento consecutivo, gás de cozinha atinge patamar de R$ 110 no Ceará

Na 5ª semana de aumento consecutivo, gás de cozinha atinge patamar de R$ 110 no Ceará


Ceará inicia quinta semana de alta consecutiva no preço do botijão de 13kg do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), o gás de cozinha. Dado faz parte do levantamento semanal feito pela Agência Nacional de Petróleo (ANP) e revela que preço cobrado no Estado é o mais caro da região Nordeste. O valor médio cobrado por cada botijão é de R$ 95,23, mas, o combustível chega a ser comercializado por até R$ 110 a depender do município e do ponto de venda. 

Em cerca de um mês, o preço médio do botijão de gás de cozinha no Ceará teve um aumento de R$ 3, com relação a semana imediatamente anterior, o aumento foi de R$ 0,91. Os preços foram divulgados pela ANP na tarde de segunda-feira, 12, com dados coletados entre os dias 4 e 10 de julho em 108 pontos de vendas em nove municípios, fazendo referência a tendência de precificação do produto para semana subsequente. 

No comparativo regional, o Ceará segue sendo o estado com maior preço na venda do botijão de gás, sendo seguido por Piauí, onde o preço médio do produto é de R$ 94,77, e pelo Rio Grande do Norte, onde o botijão é comercializado por valores entre R$ 94,65 e R$ 103.

O estado do Nordeste com os menores preço de venda do gás de cozinha é a Bahia, onde o produto pode ser encontrado com preços a partir de R$ 65. Também com preços amenos, Sergipe apresenta valor máximo do botijão de R$ 90.

A sequência de encarecimento ao consumidor final acorre após a série de aumento implementada pela Petrobras no ajuste de preços nas refinarias.

O POVO Online