Seis pessoas são presas em Goiás suspeitas de ajudar Lázaro Barbosa

Seis pessoas são presas em Goiás suspeitas de ajudar Lázaro Barbosa


Uma operação articulada com as Polícias Civil, Militar, Federal e Rodoviária Federal (PRF) prendeu seis pessoas envolvidas com o caso Lázaro Barbosa, na manhã desta sexta-feira (23). O secretário de Segurança Pública (SSP-GO), Rodney Miranda, disse que todas as prisões ocorreram em Goiás.

Lázaro morreu em 28 de junho após troca de tiros com policiais militares em Águas Lindas de Goiás, após 20 dias de fuga. Ele é suspeito de matar uma família no Distrito Federal e cometer mais de 30 crimes, segundo Miranda.

O titular da SSP-GO divulgou um balanço parcial da Operação Anhanguera, que começou nesta manhã. Foram três prisões por homicídio e três por tráfico de drogas, além do cumprimento de 37 mandados de busca e apreensão. "As prisões têm relação direta ou indiretamente com o caso Lázaro Barbosa. Temos também de sete a oito inquéritos concluídos, que vamos apresentar os desfechos depois", declarou Rodney Miranda.

As forças de segurança pública de Goiás e do DF colocaram cerca de 500 policiais nesta operação. O objetivo é levar mais segurança às cidades que compõem o Entorno do DF, de acordo com a SSP. A polícia notou também que crimes violentos são mais cometidos às sextas-feiras, sábados e domingos.

G1