Cansaço e contratempos políticos levaram Cabeto a se desligar da Secretaria de Saúde

Cansaço e contratempos políticos levaram Cabeto a se desligar da Secretaria de Saúde


O cansaço com o ritmo das atividades no cargo e as dificuldades para conciliar a agenda da Secretaria com o consultório estão entre os motivos para a decisão que surpreendeu os bastidores políticos nesta terça-feira (17), de Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho sair do comando da Saúde no Ceará.

Isto já era esperado há meses pelos seus interlocutores mais próximos. Inclua-se no rol o governador Camilo Santana. O pulso firme gerou descontentamentos e atraiu queixas dos aliados ao chefe do executivo estadual. Cabeto cedeu em alguns momentos, mas se manteve retílineo com o aval do próprio Camilo no desafio de realizar transformações na área da saúde.

Profissional médico e professor respeitado, o destino imediato do Dr. Cabeto é o hospital Monte Klinikum no qual costuma varar as noites entre seu consultório, a UTI e apartamentos que “hospedam” pacientes em recuperação. Lugar de onde, na verdade, nunca saiu por completo. A lista vip de clientes diminuiu com as funções na Secretaria de Saúde, mas o médico jamais deixou de atender.