Fake: STF não autorizou casamento de homem com jumenta no Ceará

Fake: STF não autorizou casamento de homem com jumenta no Ceará


Circula nas redes sociais uma mensagem que diz que o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou o casamento de um homem de 37 anos com uma jumenta no interior do Ceará. É fake. A coordenadoria de imprensa do STF diz que não há nenhum processo nesse sentido no sistema.

O texto circula nas redes há alguns anos, mas tem sido impulsionado agora, em meio a um turbilhão de mensagens falsas contra o Supremo. Segundo a mensagem, o homem conseguiu a decisão no STF após ter o processo arquivado em Itapipoca (CE). Basta realizar uma consulta processual no site do TJ-CE para perceber que também não houve a tramitação de nenhuma ação com esse teor no estado. O nome citado, aliás, nem sequer consta da busca.

Para ganhar credibilidade, a publicação imita os elementos de um texto jornalístico, com título, subtítulo, foto e legenda. Além disso, a nota tem sido replicada por portais que se identificam como noticiosos.

Embora não apresente detalhes nem seja autêntica, a publicação tem gerado revolta nas redes sociais. "É rir para não chorar. Onde chegou nosso STF", diz uma mensagem. "Mais sem vergonha é a porcaria desse STF", afirma outra.

Uma busca pela imagem que tem sido compartilhada junto com o texto revela ainda que a foto é antiga e já foi identificada como a de um animal que foi vítima de abusos em 2017. Tal caso, porém, ocorreu na Bahia. E o homem preso na ocasião não tem o mesmo nome do indicado no texto falso.

G1