Idosa morre após ser queimada pela ex-cunhada; o motivo seria a disputa por um homem

Idosa morre após ser queimada pela ex-cunhada; o motivo seria a disputa por um homem


Derci Lopes, 77 anos, teve o corpo queimado após a ex-cunhada atear fogo enquanto a idosa dormia, em Campo Grande. A idosa não resistiu aos ferimentos e morreu. Ela estava internada na Santa Casa de Campo Grande. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do hospital. O óbito foi constatado na tarde de terça-feira (10). 

Segundo hospital, Derci foi avaliada pela equipe da cirurgia plástica devido 52% do corpo estar com queimaduras de 3° e estava com lesão na face, cervical tronco, períneo, pernas e coxas bilaterais. Ela permaneceu na UTI sedada e intubada durante todo período de internação, evoluiu com parada cardiorrespiratória, sem sucesso ao protocolo de reversão do quadro. 

A ex-cunhada foi presa em flagrante nesta segunda-feira (9). Segundo consta na ocorrência, o filho da vítima compareceu à delegacia para informar que sua mãe deu entrada no hospital com queimaduras graves, inclusive com a carbonização dos membros. 

Diante das informações, os policiais foram até o hospital e constaram que ela estava com queimaduras de terceiro grau e com partes do corpo carbonizadas, mas ainda viva. Após entrevistas com várias testemunhas, descobriu-se que a vítima foi casada com o irmão da suspeita, que faleceu há algum tempo. 

As duas moravam em casas muito próximas, dentro do mesmo terreno. A vítima, após a morte de seu esposo, teria iniciado um novo relacionamento, no entanto, a suspeita tinha ciúmes, pois queria ficar com a mesma pessoa. Ainda segundo o registro, a suspeita teria ido até à casa da vítima e ateado fogo na cama dela enquanto ainda dormia. 

O enteado da vítima, que estava próximo ao local, notou as chamas e a socorreu. Diante dos fatos, a idosa foi presa em flagrante pela prática de feminicídio, violência doméstica e familiar, na forma tentada.

Top Mídia News