Jovem joga celular por portão para evitar ser assaltada; veja o vídeo

Jovem joga celular por portão para evitar ser assaltada; veja o vídeo


Um casal de jovens foi cercado por três assaltantes na frente do portão de um prédio, em Guarujá, litoral de São Paulo, na tarde deste sábado (21). Para não ser roubada, a estudante Nicole Kanumfre, de 20 anos, arremessou o próprio celular no gramado do condomínio, enquanto o namorado dela e moradores do prédio partiram para cima do trio. A cena foi registrada por câmeras de monitoramento e divulgada nas redes sociais.

Nas imagens, é possível ver Nicole e seu namorado, Ryan Cruz dos Santos, de 18 anos, aguardando para entrar no prédio, quando são cercados por três indivíduos em bicicletas. Um deles tenta pegar o celular da estudante, mas Ryan parte para cima do assaltante. O suspeito atinge Ryan com uma bicicleta, mas ele reage e tenta socar o assaltante. O conflito acontece no Jardim Belmar, próximo à Praia da Enseada.

No vídeo, é possível perceber o momento em que outro indivíduo se aproxima da jovem. Nicole tira o celular do bolso e o arremessa para dentro do portão. Quando os três assaltantes começam a fugir, moradores do prédio correm para fora do condomínio para tentar alcançá-los. Até um cachorro segue o trio. A ação dura cerca de um minuto.

"Foi muito rápido. Eu estava colocando a senha no portão, para entrar no prédio. O cara não falou nada, chegou já colocando a mão no meu bolso, para pegar meu celular. Meu namorado, que estava atrás de mim, viu, daí eles começaram a se bater", relata Nicole.

A estudante conta que decidiu jogar o celular na grama quando percebeu que um segundo assaltante se aproximava. Segundo ela, o trio não deu indícios de estar armado. O aparelho celular ficou intacto.
"Como só tinha um cara em cima da gente, eu não ia jogar o celular, porque ele (Ryan) já estava batendo no cara. Quando o segundo veio bater, pensei em jogar o celular, porque pelo menos não correria o risco de eles roubarem. Joguei na grama, então não quebrou, não aconteceu nada. Nem riscou meu celular", afirma.

"Ação protetora"
Apesar do conflito com dois dos assaltantes, o músico Ryan Cruz afirma que não teve lesões ou hematomas em decorrência da briga. Segundo ele, a decisão de ir para cima dos indivíduos foi com intenção de proteger a namorada. "Eu vi eles se movimentando muito perto dela. Tive uma ação meio que protetora. Não queria que nada fosse roubado. Não queria que acontecesse nada com ninguém. Fiquei meio assustado na hora que eles correram, porque vi sangue na minha mão, mas era deles", conta Ryan.

A estudante ainda conta que os moradores não conseguiram alcançar o trio, que fugiu de bicicleta. Segundo Nicole, como ela e o namorado não se machucaram e o roubo não se concretizou, optaram por não registrar boletim de ocorrência. "Fiquei um pouco traumatizada. A gente ainda saiu de noite, e fiquei com medo de nos assaltarem. Nada foi roubado, então foi mais um susto. Estamos bem", enfatiza a jovem.

Assista o vídeo:


Jornal A Tribuna