Maridos transmitem Covid para mulheres em 63% dos casos, diz pesquisa

Maridos transmitem Covid para mulheres em 63% dos casos, diz pesquisa

Um estudo da Universidade de São Paulo (USP) mostrou que, em 63,5% dos casos nos quais tanto o marido quanto a esposa tiveram Covid-19, o responsável por levar o vírus para casa foi o homem.

A pesquisa acompanhou 1.744 casais por um ano e mostrou que dois fatores podem explicar esse percentual. Em primeiro lugar, sabe-se que homens são mais descuidados com as medidas sanitárias, como a higienização das mãos e o uso de máscara, o que por si só implicaria maior taxa de contaminação.

No entanto, o estudo descobriu uma segunda explicação para o dado: o fator biológico. Segundo os pesquisadores, os homens são 1,7 vezes mais infecciosos do que as mulheres. O dado foi descoberto quando a análise da saliva dos homens mostrou que eles tinham 10 vezes mais vírus do que as mulheres, apesar de a carga viral na nasofaringe ser semelhante em ambos os sexos.

“Como nós sabemos que a saliva é a via preferencial de transmissão, decidimos investigar, e voltamos a analisar os questionários que os voluntários tinham respondido”, explica uma das responsáveis pelo projeto, a geneticista Mayana Zatz, ao O Globo.

A explicação para essa disparidade, entretanto, ainda deve ser investigada, segundo Zatz. Uma das possibilidades é o tamanho da caixa torácica, maior nos homens, o que acarretaria maior produção de vírus na saliva. Outra explicação é o fator hormonal, uma vez que a diferença apareceu apenas no grupo até 48 anos de idade, e não nos mais velhos.

O estudo ainda não foi publicado, mas uma versão preliminar está disponível no portal MedrXiv.

 Metrópoles